quinta-feira, 1 de setembro de 2011











Página Seguinte » « Página Anterior Página inicial

1 comentários:

Grupo de Pesquisas de História Ambiental do Vale do Itajaí disse...

A organização e a lógicas que imagem texto pronunciam alerta por aquilo que Thoreau alerta. A natureza é um poema, mas esse poema é imperfeito. A beleza da flora, fauna e paisagem nos foi negada pelos nosso antepassados com seus meios de uso da biodiversidade, e o que nos resta hoje é a imperfeição de um poema que foi perfeito. A onde estão as árvores como essa hoje?