segunda-feira, 27 de abril de 2015

Keller Lucas e a Arte Rupestre de Santa Catarina


O Instituto Manoa, através de seu pesquisador Indioê, recebeu o renomado pesquisador Keller Lucas, para uma breve conversa sobre "arte rupestre de Santa Catarina". Keller Lucas é conhecido como pesquisador autodidata de arte rupestre à cerca de 30 anos e autor de projetos de levantamento de potencial arqueológico em diversos municípios de Santa Catarina, também é autor de livros importantes sobre o assunto como "Arte Rupestre na Ilha do Campeche" obra utilizada pelo IPHAN no processo de tombamento da ilha como Patrimônio Histórico e Ecológico da Nação.


Encontro com Keller Lucas

Na ocasião tive o imenso prazer e satisfação de conhecer e poder trocar experiência com esse grande pesquisador do qual eu sou muito admirador de seu trabalho e trajetória profissional na cidade de Florianópolis,  no mês de fevereiro de 2015.

Em um processo de preparação para uma expedição á Ilha do Coral, no município de Garopaba e buscando mais informações e referências sobre o local, eu contatei o sr keller Lucas para uma conversa de algumas horas onde me relatou suas experiências de pesquisador na época de seus estudos por la na década de 70. 

Para finalizar o encontro recebemos de presente do keller um catálogo de seu estudo conceituado na ilha do Campeche e na ilha de Santa Catarina contendo fotos exclusivas e de uma importância enorme para qualquer pesquisador do assunto.

Aqui deixo a minha palavra de agradecimento e respeito ao sr keller Lucas por esse encontro.

Outras informações sobre o pesquisador:

Membro e conselheiro da Bradshaw Foundation (organização internacional de pesquisa de arte rupestre) e membro da SIARB (organização que congrega os pesquisadores da América Latina).

Participou de 2 Congressos Internacionais de Arte Rupestre. Um em Flagstaff, Arizona, EUA em 1994 e o outro em Cochabamba, Bolívia em 1997.

Possui o website www.kelerlucas.com.br que contêm o maior arquivo de arte rupestre de SC, com média de 5.000 visitas mensais, onde podem ser acompanhadas as pesquisas.

Indioê Alan Autovicz.



segunda-feira, 13 de abril de 2015

Expedições

Nos dias 3 e 4 de Abril o Instituto Manoa realizou a Travessia pelo Trilho do Trem de Rio Negrinho até Corupá- SC. A estrada de Ferro que atravessa o município de São Bento do Sul e foi planejada no final do século XIX, proporciona belas paisagens montanhosas do desnível da Serra do Mar, onde se pode observar uma grande variedade de espécies de fauna e flora. Também a engenharia centenária da ferrovia, oferece uma aventura de tirar o fôlego na travessia das pontes, viadutos e túneis pelo vale do Rio Natal, um verdadeiro museu a céu aberto. 
A estação Ferroviária em Rio Negrinho

 Os locais sujeitos a deslizamentos das encostas , foram escorados por muros de pedra. Os túneis são revestidos com concreto.
 
As pontes e viadutos são muito altos pois levam em conta a vazão do rio no períodos chuvosos.

A expedição coletou dados para os projetos de resgate histórico e ambiental da Serra do Mar em colaboração com o Consórcio Quiriri.

Para mais informações sobre a expedição e dados de GPS entre em contato:
institutomanoa@gmail.com

segunda-feira, 6 de abril de 2015

Frutas Raras

O paulista Helton Josué Teodoro possui a maior coleção de plantas frutíferas do Brasil. No sítio Frutas raras localizado em Campina do Monte Alegre-SP o "frutólogo" como ele denomina sua profissão, cultiva mais de 1300 espécies, sendo  que 80% são originárias do Brasil, entre elas 600 da Mata Atlântica, e outras 300 exóticas e vindas de outros países.
Saiba Mais:
Nativas do Brasil
 http://www.colecionandofrutas.org/nativas.htm
Expedições em Resgate de Frutas
 http://www.colecionandofrutas.org/expedi.htm
Outros Sites
http://www.rankbrasil.com.br/Recordes/Materias/0xuY/Maior_Colecao_De_Plantas_Frutiferas
http://www.bbc.com/news/magazine-32048891
http://www.colecionandofrutas.org/
Página Seguinte » « Página Anterior Página inicial