quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

Bate-papo "Caminho de Peabiru"





O Caminho de Peabiru foi o tema principal do 41º Sarau Líteromusical promovido pelo Museu Nacional do Mar-embarcações brasileiras de São Francisco do Sul-SC em parceria com o Grupo de Estudos Manoa. O evento contou com a presença de vários entusiastas e pesquisadores do assunto que durante um bate-papo descontraído apresentaram ao público presente suas linhas de pesquisa.
O pesquisador Fábio Krawuski Nunes de Jaraguá do Sul que pretende lançar um documentário sobre o Caminho de Peabiru em 2011 apresentou seu trabalho sobre o chamado "ramal do Itapocu", onde segundo ele teria adentrado a expedição comandada por Álvar Núñes Cabeza de Vaca em meados do século XVI.. O estudo é baseado na consulta de extensa bibliografia sobre o assunto em diversos países dando conta que os primeiros europeus a penetrarem no peabiru utilizaram essa via que estaria localizada junto ao Rio Itapocu, atual município de Barra Velha.
Já o professor de Geografia Olavo Raul Quandt de Joinville que escreveu e publicou o excelente "Peabiru: O Caminho Velho" que em sua segunda edição saiu com o nome de "Cabeza de Vaca e o Peabiru" defendeu a sua teoria sobre o ramal de São Francisco trazendo novas informações que deverão sair na terceira edição de sua obra ainda sem data prevista de lançamento. Quandt defende a tese que os europeus utilizaram a Baía da Babitonga como porto de acesso a uma via do antigo caminho indígena que estaria localizada junto ao canal da “Três Barras”, pelo antigo e conhecido caminho do “Monte Crista”.
O estado do Paraná também foi representado na mesa de debate pelo professor José Hamilton Claudino e pela secretária de Turismo de Tijucas do Sul-PR Jane Beatriz Dissenha Fagundes que desenvolvem um projeto de revitalização do "Caminho dos Ambrósios" no trecho entre Santa Catarina e Paraná buscando o resgate histórico e o turismo sustentável nessa importante via do Peabiru. Durante a fala, os estudiosos do Paraná destacaram algumas dificuldades que tem encontrado para desenvolver o projeto que beneficiaria os dois estados. Alertam eles que alguns donos de terra da região limítrofe tem impedindo a passagem dos pesquisadores em seus terrenos, prejudicando assim o andamento das pesquisas.
A mesa também recebeu a ilustre visita do pesquisador alemão Detlef Gunter Thiel que está no Brasil investigando a viagem de Hans Staden e de outros alemães ao Brasil no século XVI. Também compareceu ao “bate-papo” o pesquisador Ricardo Gomes Moreira de Joinville que desenvolve projetos de Turismo na região.
O Grupo de Estudos Manoa que durante o evento mediou o debate e apresentou seu trabalho de seis anos de pesquisa no Caminho de Peabiru, está sempre aberto a discutir todas as teorias possíveis, buscando sempre o conhecimento, a preservação e o resgate histórico e cultural, o grupo agradece a todos os presentes que compareceram ao evento, em especial ao Museu do Mar e a bibliotecária Cleonice Schimitt que mais uma vez abriram as portas para que houvesse esse importante debate na cidade de São Francisco do Sul.

Wlademir Vieira – Pesquisador do grupo de Estudos Manoa

Para consultar:

Quandt. Olavo Raul. Cabeza de Vaca e o Peabiru. Ed. Letra d'agua.2007.


Página Seguinte » « Página Anterior Página inicial

3 comentários:

Günter disse...

Agradeço pela hospitalidade naquele evento muito bem organizado!
Agradeçeria pelo envio de mais fotos deste encontro maravilhoso:
gunter2001@gmx.de

PS.: Favor corrigem a última letra do meu nome (Thiel) trocando o "f" pelo "l" - obrigado por tudo!

Um grande abraço

Detlef Günter Thiel

Anônimo disse...

Il semble que vous soyez un expert dans ce domaine, vos remarques sont tres interessantes, merci.

- Daniel

Adriana de Souza disse...

Que bacana este blog, já sou seguidora!


Abraço,
Adriana de Souza
pescadordecultura.blogspot.com
Dicas Culturais para seu ócio criativo!