terça-feira, 8 de junho de 2010

Meio Ambiente

Espécies Invasoras
                 Campos da Serra do Quiriri - Norte de Santa Catarina

   A crescente proliferação de espécies Invasoras como o Pinus Elliottii nos campos de altitude da serra do mar tem chamado a atenção e certa preocupação dos estudiosos desse frágil ecossistema . Parece claro que a espécie exótica no brasil,  tenha encontrado um ambiente perfeito para se proliferar. Os ventos que são muito comuns e frequentes espalham  as sementes que dispersam-se e desenvolvem-se rapidamente entre os graminídeos  e as  baixas temperaturas dos campos altomontanos. As consequências da invasão da espécie ainda que pouco estudadas já são visíveis e impressionantes. Além de comprometer os recursos hídricos da  e a reprodução de espécies endêmicas, o pinus tem causado um grande impacto no solo fragilizado da região. 
   Em áreas de plantio que abastecem a indústria da madeira e a construção civil,  percebe-se com nitidez o efeito devastador que ocorre no solo devido a extração da espécie. É uma pena que tais impactos não tenham promovido a atenção da mídia, sendo que são poucos os que compreendem a ameaça evidente ao ecossistema.

Fica o alerta, nesse mês em que se comemora dia do Meio Ambiente, em que se  fala-se muito na necessidade da consciência ambiental, de se  desenvolver ações que visem  proteger a Mata Atlântica e também em reflorestamento, mas que não lembram que os ecossistemas ligados ao bioma tem sido muito afetados nas últimas décadas e estão seriamente ameaçados.
Wlademir Vieira- pesquisador do Grupo de Estudos Manoa 

                            Áreas afetadas pelo plantio e extração em Campo Alegre
Fotos: Grupo de Estudos Manoa
Página Seguinte » « Página Anterior Página inicial

0 comentários: